Os saquarememses votaram assim

Pedro Ricardo, candidato a deputado federal, foi o que obteve mais votos em Saquarema, mas não foi eleito.

Pedro Ricardo, candidato a deputado federal, foi o que obteve mais votos em Saquarema, mas não foi eleito.

Eleição é sempre uma surpresa. Por isso, a apuração é sempre tensa e bastante concorrida. Mas este ano, a mudança de local, do auditório do Fórum para o Teatro Mário Lago, foi providencial e tornou todo o trabalho bem mais fácil, até pela proximidade com Cartório Eleitoral, do outro lado da rua. Segundo o juiz Sérgio Roberto Emílio Louzada, a apuração foi tranquila e revelou o alto grau de cidadania do povo de Saquarema, que participou de forma civilizada de todo o processo eleitoral. Após a finalização do processamento eletrônico da votação no 1º Turno das Eleições 2010, foi elaborado o Relatório do Resultado da 62 ª Junta Eleitoral, com resultados surpreendentes.

Foram apuradas as urnas eletrônicas das 165 seções de Saquarema, não tendo sido nenhuma apurada em separado. Estavam aptos a votar 56.166 eleitores, mas só compareceram 43.468, 77,39% do eleitorado, portanto, com uma abstenção de 22,61 % (12.698 dos eleitores). Votos válidos para presidente foram 89,99 %, para governador foram 82,73 % e para senador 79,18 %. Para deputado federal a percentagem dos votos foi de 90,38 % e para deputado estadual foi de 91,86 %.

A candidata a presidente Dilma Rousseff (PT), ficou em primeiro lugar no primeiro turno, com 16.397 votos (41,92%), enquanto José Serra, obteve 12.253 votos (31,35%) e, Marina, 10.000 votos (25,56%). Numa projeção para o segundo turno, os dois juntos, Serra e Marina, somariam 22.253 votos, mas a matemática eleitoral não funciona assim, de forma tão mecânica. Já o candidato Plínio teve apenas 325 votos. Para governador, como em todo o estado, venceu disparado o governador Sérgio Cabral, com 23.898 votos (66,46 %), tendo Gabeira em segundo lugar, com 7.909 (21,99 %) e em terceiro Peregrino com 3.716 votos (10,33 %). Para senador, Lindberg obteve 21.500 votos (31,24 %), Picciani 17.640 (25,63 %), Crivella 15.423 (22,41 %) e Cesar Maia 7.741 (11,25 %).

O candidato à deputado estadual mais votado em Saquarema foi Paulo Melo (PMDB), com 19.919 votos, uma percentagem de 49,88%, quase a metade do eleitorado. Em segundo lugar, ficou Roger, com 4.179 votos, em terceiro Marcos Abraão, com 4.122 votos, em quarto Miguel Jeovani, com 1.804 votos e em quinto Wagner Montes, com 578. Os campeões de voto no estado, Marcelo Freixo e Samuel Malafaia só tiveram no município 285 e 188 votos, respectivamente. A filha do ex-governador Garotinho, por sua vez, Clarissa obteve 156 votos, o rural Christino Áureo 113 e o verde Carlos Minc 100.

Já o candidato à deputado federal que obteve mais votos foi, surpreendentemente, o atual vereador Pedro Ricardo, com 13.259 votos (33,75 %), superando Leonardo Picciani, que ficou em segundo lugar, com 4.126 votos (10,50 %). O terceiro colocado foi Garotinho, com 2.051 votos (5,22 %) e o quarto Alexandre Santos, com 1.897 votos (4,83 %). Já a candidata Solange Almeida, ex-prefeita de Rio Bonito, obteve 795 votos, o cantor Elimar Santos, 571 votos e o jogador de futebol Romário, 491 votos.

Capa O Saquá 126

.

Matéria publicada na edição de outubro
de 2010 do jornal O Saquá (edição 126)

Compartilhe!

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.