Nota de falecimento

Ética na Política - Bruno Pinheiro

Meus irmãos saquaremenses, minha gente: Todos nós sabemos da destruição de parte do cemitério de Saquarema por causa das fortes chuvas que caíram no mês de abril desse ano.

Acontece que já se passaram 5 meses e até agora NADA; só desrespeito aos mortos e muita incompetência. A única coisa feita foi passar um trator e jogar areia lavada por cima dos “restos mortais” dos nossos irmãos falecidos. Parece até que estavam tapando buracos na rua. Infelizmente. Não precisa ser profissional para perceber que qualquer vento ou chuva mais forte tornará a tragédia ainda maior. Lamentável, muito lamentável. E olha que esse desrespeito não é de hoje, haja vista o abandono (por anos) do cemitério por parte de quem deveria administrá-lo e nunca o fez.

Que desrespeito à memória daqueles que se foram! Pobres mortos, aqui, nesta cidade, não se pode nem mais morrer e descansar em paz! Ora, será que os “grandes administradores” estavam em algum outro lugar, em alguma inauguração equivocada de alguma futura ou promessa muito distante de pedra fundamental? Quanta gente arrogante e mentirosa! Espero que não se esqueçam que morto não vota, mas seus familiares votam.

Quanto descaso, desrespeito, falta de vergonha na cara dos maus administradores para com os mortos e a dignidade de seus parentes.

Não sou autoridade, mas um cidadão, e como cidadão, proponho, com meu grupo de verdadeiros amigos de Saquarema, a fazer um mutirão para reconstruir o cemitério, como também, o nosso Município. Por isso, um novo grupo está nascendo, com novas propostas e ideias, uma nova era, de real competência e do bem. HOMENS de verdade que tornarão essa proposta de reconstrução moral em realidade.

Sendo assim, vamos reconstruir o cemitério e aproveitar para “enterrar” a incompetência dos que não respeitaram a memória dos mortos de nossa terra. É hora de uma “terceira força” ser cultivada para crescer e acabar de vez com essa bagunça.

Respeitemos a memória dos que se foram, respeitemos suas famílias, respeitemos o povo já tão sofrido de Saquarema.

Porque assim, teremos uma sociedade sempre feliz, com melhores condições de trabalho e vida, por um Brasil justo e perfeito; uma Saquarema respeitada e muito melhor.

Fiquem com DEUS.
Um grande abraço, Bruno Pinheiro.

Capa O Saquá 124

.

Artigo publicado na edição de setembro
de 2010 do jornal O Saquá (edição 124)

Compartilhe!

Sobre o autor

Bruno Pinheiro é advogado.