O poeta Alberto de Oliveira

Crônica do Dia a Dia - Antônio Francisco Alves Neto

Lembrar do passado é reverenciar de alguma forma o futuro. Neste sentido, não podemos deixar de lembrar do Poeta Alberto de Oliveira, que nasceu em Saquarema em 28 de abril de 1857, ou seja, há 153 anos.

Alberto de Oliveira é lembrado pela história como precursor do parnasianismo no Brasil, juntamente com os poetas Olavo Bilac e Raimundo Correa, sendo ele o mais parnasiano dos poetas brasileiros.

Juntamente com Machado de Assis e outros escritores e poetas, fundou a Academia Brasileira de Letras, em 1897, ocupando a cadeira nº 08; também como Olavo Bilac, foi eleito Príncipe dos Poetas Brasileiros.

Deixou um legado importantíssimo para a cultura nacional, não tendo jamais esquecido a sua terra natal, transformando em poesias as belezas das praias oceânicas, as florestas e a serra do Palmital, localidade em que nasceu. Resgatar a memória é dar vida ao personagem. Alberto de Oliveira sempre estará presente: a poesia falará por ele.

*Antônio Francisco Alves Neto é poeta e juntamente com a Professora Lina Barcellos escreveu o Livro Alberto de Oliveira O Poeta de Saquarema, editora Tupy.

Capa O Saquá 121

.

Artigo publicado na edição de junho
de 2010 do jornal O Saquá (edição 121)

Compartilhe!

Sobre o autor

Antônio Francisco Alves Neto é poeta, escritor, pesquisador, advogado, procurador do Município de Saquarema.