Empossado o novo Conselho Gestor da APA da Massambaba

O novo Conselho Gestor da APA da Massambaba tem representantes dos 3 municípios. Na mesa, o diretor das Unidades de Conservação André Ilha, o presidente do INEA Luiz Firmino e Anita Mureb, chefe da APA da Massambaba. Fotos: Dulce Tupy.

A Área de Proteção Ambiental (APA) da Massambaba ganhou um novo Conselho Gestor, para administrar um território que abrange 3 municípios: Saquarema, Araruama e Arraial do Cabo. Com sede localizada na Estrada da Praia Seca, ao lado do Batalhão Florestal, a APA da Massambaba tem um Centro de Informação, é cercada de restinga, abriga sambaquis (áreas pré-históricas), dunas, uma rica fauna que inclui o mico leão dourado, uma flora com orquídeas e bromélias raras, lagoas e brejos. Cobiçada pela ganância dos empreendedores da indústria da construção civil, a APA da Massambaba sofre com as invasões em seu território. Por isto uma das funções do novo Conselho Gestor será o ordenamento do solo da APA da Massambaba, como forma de preservar este delicado ecossistema típico da Região dos Lagos, também conhecida como Costa do Sol.

Tendo como gestora da APA da Massambaba a bióloga Anita Mureb, o Conselho Gestor foi empossado pelo presidente do INEA, Instituto Estadual do Ambiente, Luiz Firmino, e contou com a presença do Superintendente das Unidades de Conservação do INEA, André Ilha e do secretário municipal de Meio Ambiente de Arraial do Cabo, o biólogo David Barreto. Formado por representantes do poder público e da sociedade civil organizada, o Conselho Gestor é constituído pelas seguintes entidades: Instituto Estadual do Ambiente (INEA), Associação Leste Fluminense de Engenharia e Arquitetura, Associação do Meio Ambiente da Região da Lagoa de Araruama, Associação de Moradores e Amigos de Figueira (AMOAFI), Associação de Moradores e Amigos da Restinga dos Clubes e Caiçaras, Associação de Moradores de Itaúna, Associação de Vela e Remo da Costa do Sol, Batalhão da Polícia Florestal e Meio Ambiente, Consórcio Intermunicipal Lagos São João, Federação das Associações de Moradores de Araruama, Grupo de Educação para o Meio Ambiente (GEMA), Instituto Ambientalista de Saquarema (IAS), Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (IBAMA), Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Fluminense (Campus Cabo Frio), Movimento Ressurgência, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB – 20ª Subseção), Organização Ambiental para o Desenvolvimento Sustentável (OADS), Organização Não Governamental POABAS do Brasil, Organização Não Governamental Pingo d’Água, Organização Não Governamental Viva Lagoa (Associação de Defesa da Lagoa de Araruama), Prefeitura de Araruama, Prefeitura de Arraial do Cabo, Prefeitura de Saqua-rema, Sindicato da Indústria da Extração de Sal de Araruama, Sociedade Ambientalista de Praia Seca e Sociedade dos Moradores e Amigos de Praia Seca (SOAPRAS).

A APA da Massambaba pode e deve ser visitada por moradores e turistas, pois representa um grande patrimônio para os três municípios abrangidos por ela. No local da sede há uma trilha e um mirante, ótimo para tirar fotografias. As reuniões do Conselho Gestor da APA da Massambaba são abertas ao público, basta se informar o dia da próxima reunião e a hora. Para mais informações há o telefone (22) 2661 3218.

Capa O Saquá 117Matéria publicada na edição de fevereiro de 2010
do jornal O Saquá (edição 117)

Compartilhe!

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.