A hora da educação

Prestando Conta - Vereador Paulo Renato

Fevereiro é um mês de férias, praia e carnaval. Porém, passado este período, voltam as aulas e a necessidade de preparar os uniformes, comprar o material escolar e isto mobiliza todas as famílias que têm crianças e adolescentes na cidade. E como há crianças e jovens em idade escolar em Saquarema! São milhares circulando nos ônibus, à pé, de bicicleta, de motos ou de carros. Tanto nas escolas públicas como particulares, as crianças e jovens dão um tom alegre e colorido ao início do ano e nos trazem algumas reflexões.

Saquarema tem uma grande rede de ensino público e privado, o suficiente para atender a nossa demanda. O que falta é o atendimento específico para os pequenos, as crianças em idade de freqüentar uma creche ou o pré-escolar. Neste sentido, estamos muito aquém do que é recomendável, embora nos últimos anos esta situação tenha melhorado em alguns bairros. Também, em relação aos jovens em idade escolar, temos escolas, mas falta o ensino técnico que poderia possibilitar um futuro mais digno. Para suprir este vazio, o município será agraciado este ano com uma escola técnica que está em construção na Barreira, onde os alunos terão acesso a cursos profissionalizantes, principalmente na área de Petróleo e Gás.

Cerca de 1000 alunos não só de Saquarema, mas de toda a região, terão enfim um Centro de Ensino Técnico, em Bacaxá.  É o começo para construir o futuro de nossa cidade, com melhor qualidade de ensino para todos.

Capa O Saquá 117Artigo publicado na edição de fevereiro de 2010
do jornal O Saquá (edição 117)

Compartilhe!

Sobre o autor

Paulo Renato é vereador do PMDB.