Treze Coqueiral é bicampeão do Máster

A equipe campeã do Treze do Coqueiral

O presidente da Lisca, Gilson Gomes, com o goleiro e tricampeão Toninho, do Treze Coqueiral, o menos vazado, posando com o seu troféu.

O presidente da Lisca, Gilson Gomes, com o goleiro e tricampeão Toninho, do Treze Coqueiral, o menos vazado, posando com o seu troféu.

Em partida disputada no Estádio Washington Bravo, do Castelinho F. C., diante de um público realmente espetacular, que superou as expectativas para um jogo de másteres, o Treze Coqueiral conquistou o bicampeonato da categoria, ao derrotar a ótima equipe do Boqueirão, pelo placar de 1 x 0. O belo gol olímpico foi assinado por Jacaré. A partida foi equilibrada, com as equipes se alternando em alguns momentos. Porém, a equipe comandada por Cafifa, com um melhor banco, soube administrar o jogo, ficou invicta e conseguiu chegar ao seu segundo título em sete disputados, tendo em outras quatro ocasiões chegado às semifinais.

O árbitro da partida foi Ewaldo de Souza Carvalho, com ótima atuação. O Treze jogou com a seguinte formação: Toninho, Serginho, Sassá, Silvio, Kacá, Dôla, Ronaldo, Ocimar e Jacaré, Beel de Pantera, tendo entrado ainda Crisanto e Denal. Fizeram parte do elenco campão, além dos já citados, Totonho, Cláudio Mamãe, Alexandre, Cisca-Cisca, Elcio, Milton, J. Luiz, L. Barbosa, Aluisio, Carlos Alberto e Edimilson. O Boqueirão jogou com: Preto, Pará, Tirinho, Edimilson e Abimael, Genival, Ricardinho, Cazinho e Claudemar, Boquinha e Nadinho, tendo entrado ainda Malhado, Val, Luizinho e José Luiz. Técnico: Carlinho.

Ao término da partida, o presidente da Lisca Gilson Gomes agradeceu a todos que contribuíram para o êxito do campeonato e foi parabenizado pela excelente organização, assim como o presidente do Castelinho pelas condições do campo. Em seguida, foi iniciada a festa de premiação, com a distribuição dos troféus da Lisca para os times Treze Coqueiral, de campeão e Boqueirão, vice do campeonato Máster. Os destaques individuais foram para Nadinho, do Boqueirão, que recebeu o troféu de artilheiros, com 9 gols, enquanto Toninho, do Treze Coqueiral, recebeu o troféu de melhor goleiro.

Após a solenidade, dirigentes, atletas e torcedores das duas agremiações seguiram cada um para a sua sede, onde as comemorações entraram pela noite, com muita cerveja e churrasco. Vale destacar também a organização e união da diretoria do Treze Coqueiral, formada entre outros por Cafifa, Jailton, Valmir, Pancadão, Mário, Cardoso, Maninho, Pedrinho e Luiz Barbosa.

Matéria publicada na edição 112 do jornal O Saquá

Compartilhe!

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.